Bandeira branca para a discussão eterna

Desde que temos Wilson e Alex Muralha disputando por posição há a polarização da torcida e discussões sem fim nas redes sociais, eu mesmo já fui defensor de um deles, mas proponho uma trégua. Diria que somos privilegiados por termos dois goleiros muito regulares à disposição. Dois atletas que trabalham muito e merecem todo respeito da torcida.

Wilson coleciona 5 anos de Coritiba, mais de 150 jogos, 10 gols e muitos milagres. Números que o credencia como ídolo para muita gente. Ao passo que Muralha, com um pouco mais de um ano de Clube, chegou com desconfiança de todos e aos poucos ganhou seu espaço, com muito suor, muito frio na barriga da torcida, mas também com muita defesa importante que nos conduziram à série A. Não se trata de uma coluna comparativa, mas sim para repensarmos que os dois são bons goleiros e podemos exaltar qualquer um deles que estiver de titular na meta alviverde. Os dois estão sujeitos a cometer falhas, aliás, já falharam, o que não diminui a importância e a liderança de ambos frente ao elenco.

Por trás deles, temos um dos melhores, se não o melhor, preparador de goleiro do Brasil: Thiago Mehl. Thiago tem passagens por seleção brasileira sub 15, sub 17 e sub 20 e trabalhou por nove anos na base do Coxa. Criador de um aplicativo próprio para análise de desempenho de goleiros, desde começo do ano passado, após uma passagem pelo Vasco, é o responsável por preparar nossos guarda redes profissionais. No começo do ano, o Corinthians fez uma proposta muito alta para levar ele após indicação de Tiago Nunes, mas felizmente conseguimos manter esse baita profissional. Dito tudo isso a fim de levar a vocês que, independentemente de quem estiver na nossa meta, tem qualidade. Tentar diminuir um para exaltar o outro não nos ajuda. Lembrando sempre que: pessoas mudam e a instituição sempre fica.

Pa

z

 

Foto: Reprodução/Instagram Thiago Mehl

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.