Essencial é ganhar fora de casa

Quem está acompanhando a rodada em andamento da Série B já sabe que os primeiros resultados, na segunda e na terça, derrubaram o Coxa para o 6º lugar na tabela. Isso quer dizer que, no próximo sábado, só a vitória diante do CRB nos recoloca no G4.

A situação volta a ser preocupante, e com mais 16 rodadas pela frente, hoje farei as contas do que precisamos daqui até o fim da competição. Pela média história do formato atual da B, são necessários 63 pontos para subir em 4º lugar. Sendo assim, com os nossos 34 pontos atuais, precisaríamos de mais 29 para alcançar o número mágico, o que seria equivalente a 10 vitórias (ou vitórias + empates que chegassem a essa soma).

Das 16 rodadas que restam, 8 são em casa e 8 são fora. Mesmo que vençamos todas no Couto, o que é até improvável, ainda assim faltariam triunfos como visitante. A nossa campanha até agora é a seguinte: 9 vitórias, 7 empates e 6 derrotas. Em casa, somos o 3º na tabela, com 7 vitórias, 2 empates e 2 derrotas. Fora de casa, portanto, são apenas 2 vitórias, 5 empates e 4 derrotas, colocando-nos apenas como o 11º visitante dentre os 20 times.

Essa grande diferença de campanhas jogando dentro e fora é determinante para estarmos passando por essa turbulência de agora e também para temermos o futuro: atualmente, quando perdemos um jogo em casa, não podemos contar com uma rápida recuperação em jogos como visitante. Por isso, é preciso melhorar muito a apresentação e os resultados fora de casa. Isso porque no Couto, apesar dos dois últimos resultados (um empate e uma derrota), ainda temos uma ótima campanha e só precisamos voltar aos bons resultados. Já fora, nunca tivemos uma sequência positiva, o que está nos custando caro. Os nossos próximos e últimos jogos longe de Curitiba são: Cuiabá, Paraná Clube, São Bento, Vila Nova, Botafogo-SP, Figueirense, Brasil de Pelotas e Vitória. No primeiro turno da competição, no Couto Pereira, conseguimos ganhar de seis destes times. Guardadas as condições de cada um desses triunfos, alguém duvida que, mesmo com o mando trocado, o nosso elenco tem condições de buscar 3 ou 4 vitórias contra esses adversários?

Para se basear, o Coritiba campeão da Série B 2010 e o Coritiba campeão da Série B 2007 tiveram 8 e 6 vitórias longe do Couto, respectivamente. Nesta edição, o Bragantino – líder isolado – é 2º melhor mandante e o 3º melhor visitante; e o Sport – 3º na tabela – é o 5º colocado tanto dentro quanto fora de Recife. Regularidade é a palavra neste campeonato e o nosso time precisa encontrá-la urgentemente. E, para isso, temos que vencer fora!

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.