Reta final, só mais 5 jogos, hora do último gás!

O Coritiba está com 53 pontos, na quarta posição, com 3 pontos de vantagem para o quinto colocado. Restam 15 pontos a serem disputados, nas 5 rodadas decisivas. E, segundo os matemáticos da UFMG, as chances de acesso conforme a pontuação são:

  • 56 pontos = 4%
  • 57 pontos = 16%
  • 58 pontos = 38%
  • 59 pontos = 66%
  • 60 pontos = 86%
  • 61 pontos = 96%
  • 62 pontos = 99%

Ou seja, somando 7 pontos em 15, menos de 50% de aproveitamento, as chances já são bem consideráveis. Mas para ter uma “garantia” maior, o ideal é buscar mais 9 pontos. Ganhar 3 partidas em 5, sendo que temos 2 jogos no Couto (Oeste e Bragantino), e 3 partidas fora de casa (Figueirense, Brasil e Vitória). O recomendável, até para os corações dos torcedores, é fechar a questão o quanto antes, fazer logo mais 9 pontos, e não ficar na dependência das últimas 2 rodadas. Seria a opção menos desesperadora, emocionante, digamos. A UFMG também calculou que as nossas chances atuais de acesso são de 68%. Lembrando que esses percentuais variam de acordo com as rodadas, resultados e perspectivas.

Isto posto, meus caros, é momento de mobilização total em busca deste acesso! Não há outra opção. Se alguém ainda não está ciente, numa hipótese de não jogarmos a série A em 2020, o Clube ficará praticamente inviável financeiramente. Não estou exagerando, longe de mim querer implantar caos. É apenas uma análise básica e fria: temos dívidas acima de R$ 230 milhões, fora ações trabalhistas pipocando sempre, e teremos receitas da TV bem diminutas. A conta não fecha. Isso sem contar que em 2019 o que salvou um pouco foi a verba extra de R$ 17 milhões do Esporte Interativo, imaginem a situação sem esta grana? E mesmo assim tivemos que buscar empréstimo de R$ 4 milhões, nesta reta final do ano.

Fiquei algumas semanas sem escrever aqui, mas sempre atuante nas redes sociais (quem tiver curiosidade, só seguir o meu twitter pessoal @Glaucoxa), porque simplesmente só tinha motivos para criticar: diretoria; diretor de futebol; técnicos; jogadores, enfim. E é completamente compreensível que toda a torcida esteja insatisfeita também.

Contudo decidi escrever neste momento, pois percebi que o sentimento geral da torcida é de que não conseguiremos, de angústia, e até raiva dos envolvidos no time. Confesso que também estou bem reticente, e tenho assistido aos jogos com muita desconfiança e esperando a sorte sorrir pra gente. PORÉM não mudaremos mais os personagens desta história, é com eles que iremos até o fim, e precisamos que triunfem. Podemos continuar criticando e até xingando todos, ou podemos escolher o caminho de tentar criar um clima melhor, mobilizar pra buscar o acesso nem que seja na marra. A escolha está também com a gente, porque já vimos que se depender deste time jogar bem pra empolgar a torcida, vamos ficar esperando apenas…

Eu fiz minha escolha, deixarei as críticas e xingamentos nesta reta final, e enquanto tivermos chances, farei o que estiver ao meu alcance pra tentar ajudar. Saí muito chateado do jogo na última segunda-feira, foi uma péssima partida com certeza, mas decidi ontem viajar com outros Coxas doidos pra Floripa. Sei que nem todos podem, e que isto pode nem representar muito, mas estaremos lá tentando empurrar este time. E esperamos que correspondam dentro de campo.

E aí, bora deixar as críticas e xingamentos para depois que o campeonato estiver definido? Eu mudarei minha postura nesta reta final, foco total em buscar nosso lugar na série A!

  • Quem puder e quiser ir pra Floripa, jogo nesta sexta-feira (08/11), às 21h30, no estádio Orlando Scarpelli, os ingressos para o setor visitante custam R$ 20/10. E tem venda disponível pela internet já (clicar aqui, site futebol card), ou na hora lá na bilheteria do visitante no próprio estádio. São cerca de 2 mil lugares pra nossa torcida.

#EmBuscaDoNossoLugar

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.