Foto: Divulgação Coritiba

Opinião

A base vem forte

Em sua estreia no futebol profissional, o zagueiro Henrique Vermudt demonstrou tranquilidade para tomar conta do sistema defensivo do Coritiba, juntamente com Sabino. O piá de 21 anos venceu todas as disputas pelo alto e deu o ponto de partida para a vitória alviverde ao iniciar a jogada do primeiro gol, com uma saída de bola de muita qualidade, algo que se viu durante toda a partida por parte do jogador.

A atuação do camisa 15 é só mais uma prova de que o Coritiba tem sim potencial para revelar jogadores, desde que haja confiança por parte da comissão técnica para que possam evoluir e mostrar serviço.

Natanael é outro atleta vindo da base que vem ganhando seu espaço no elenco titular. O lateral de velocidade e bom passe teve boa atuação na Copa SP de Futebol Júnior e vem demonstrando evolução com o passar das partidas, ganhando experiência dentro de campo.

Para a próxima partida, o Coxa contará novamente com a dupla de piás da base pelo lado direito do sistema defensivo, já que Henrique Vermudt deve ser mantido no time titular, cumprindo a ausência de Rodolfo Filemon, diagnosticado com COVID e Rhodolfo que está no departamento médico.

Sabino, que não pode entrar em campo por questões contratuais com o adversário (Santos), deve ser substituído por Nathan Silva, volante improvisado, que teve boa atuação como zagueiro no segundo tempo da derrota contra o Grêmio por 2×1, chegando a diminuir o placar com um gol de cabeça.

Tags

Comentários

  • Gil

    A base do Coritiba sempre foi forte mas administração do clube está conseguindo acabar vendendo jogador nas escuras ou não dando oportunidade para os meninos da casa trazendo medalhões velhos e baladeiros tem que acabar com isso só assim voltaremos ser gigantes no futebol Brasileiro.

  • Kátia Silene

    Concordo quanto só zagueiro Henrique. Tem qualidade e muita personalidade. Agora, o Natanael precisa melhorar muito na parte defensiva. Ele apoia bem, tem bom passe mas peça muito na recomposição da defesa, sendo às vezes o que se chama de ” lateral mochilão”. Acho que, como temos um técnico que atuou nesta posição ( lateral), este deveria instruir melhor o piá, passar seus conhecimentos a ele. Assim ele vai arrebentar.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: