Luiz Neto

Por que?

Após a incontestável vitória contra o Oeste e excelentes perspectivas em relação ao acesso, nada mais normal do que sentir orgulho de vestir a camisa do Coritiba no domingo em família. Foi o que eu e muitos fizeram hoje. Infelizmente minha coluna de hoje não terá nada de alegria.

Meu domingo começou normal, como o de vários outros torcedores, acordei tarde, fiz uma ou outra tarefa doméstica, tomei um banho, meti uma camisa do Coxa e junto a Manu, minha esposa, fui almoçar na casa dos meus pais. Nada anormal. Voltamos para casa no meio da tarde e decidimos levar nossos cachorros (@frodoeskate) para passear.

A poucos metros de casa começou o problema e motivo desta publicação. Um grupo de 5 motociclistas (de CG), inclusive um deles com caixa do IFood, passaram bem devagar ao nosso lado, me olhando, sem falar nada. Conversaram entre si e estacionaram a poucos metros da nossa frente. Todos com camisa da organizada do atlético.

Minha esposa, assustada, sugeriu voltarmos para casa. Eu preferi parar na frente do terminal de ônibus que fica ao lado de casa. Ficamos ali por cerca de dois minutos, evitando trocar olhares com os torcedores rivais, para nos preservar. Um guarda municipal apareceu e sugeriu que eu fosse embora com cuidado, que ficaria de olho nos motoboys. Voltamos para casa com medo e troquei de camiseta, para enfim voltarmos ao nosso passeio.

Comentando com os colegas de Rede Coxa, vários relataram situações parecidas, inclusive com mulheres. Muitos falarão que é mimimimi, outros dirão que isso é completamente normal. Não é e se um dia já foi, não podemos deixar que isso continue assim. Eu não estava usando camisa de torcida organizada, apenas uma camiseta do meu time. Minha esposa não vestia nada que remetesse a futebol e meus cachorros, PORRA, são apenas dois cachorros, um shit-zu e um lhasa. O que passa na cabeça de uma pessoa para intimidar outro ser humano dessa maneira? O que eles ganham com isso? Quem os ensinou isso? Qual é a motivação?

Tenho convicção de que torcedores dos times rivais também passam por situações parecidas e piores vindas de “torcedores” do Coxa. Isso é inadmissível da mesma maneira. Não sei qual é a resposta, mas o futebol é para as pessoas de bem, e não para bandidos. Não é justo alguém me tirar o direito de ir e vir com a camisa do meu time. É errado! É muito errado!

Em 2020 provavelmente voltaremos a ter vários atletibas e no andar da carruagem, a situação tende a piorar.

Enfim, fica aqui o meu desabafo perante a impunidade.

Edit

Hoje tivemos mais uma notícia assombrosa. Um torcedor do Coritiba de 24 anos foi assassinado com um tiro na nuca após o jogo contra o Oeste. Lucas Gonçalves saia do jogo com integrantes da Império quando encontraram torcedores do Paraná, membros da Fúria Independente que estavam na região devido uma festa.  Ouve conflito e um dos paranistas não exitou ao atirar em Lucas que teve óbito conformado pelo Hospital do Trabalhador no dia de hoje.

ATÉ QUANTO TEREMOS QUE CONVIVER COM ESSE TIPO DE NOTÍCIA?

Comentários

    Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.