Análises Coritiba

Análises

Análise do 1º turno do Brasileirão 2020

A trajetória do Coritiba até o término do primeiro turno é preocupante após constantes falhas de planejamento durante o ano, mas ainda há esperança na torcida de que conseguiremos sair dessa situação. Com 19 pontos conquistados em 19 rodadas, o Coxa se encontra na 17ª posição. Confira mais detalhes sobre a campanha até aqui e o que podemos esperar para o 2º turno que inicia no próximo domingo, dia 08/11.

05 vitórias

Sport Vasco Atlético/GO

Bragantino Palmeiras

04 empates

São Paulo Fortaleza

Botafogo Goiás

10 derrotas

Internacional Flamengo Atlético/MG Santos

Bahia Corinthians Atlhetico Fluminense Grêmio Ceará

SG -8

 

16 gols marcados

05 (C)
(2) Robson / (1) Sabino, Galdezani, G. Augusto

11 (F)
(4) Robson / (2) Sabino / (1) Sassá, W. Matheus, Nathan Silva, G. Augusto, Muniz

24 gols sofridos

06 (C)
Inter, Flamengo, Atlético-MG, São Paulo, Santos

18 (F)
Bahia, Corinthians, RB Bragantino, Goiás, Athletico, Fluminense, Grêmio, Palmeiras, Ceará

Artilharia

(6) Robson
(3) Sabino
(2) Giovanni Augusto
(1) William Matheus, Matheus Galdezani, Rodrigo Muniz, Sassá, Nathan Silva

Robson
Robson #30

6º jogador que mais finaliza no campeonato, porém também é o que mais teve grandes chances perdidas – 11.

Assistências

(3) Giovanni Augusto
(2) William Matheus
(1) Matheus Galdezani, Robson, Neilton, Sassá

Giovanni Augusto
Giovanni Augusto #90

Mesmo com uma lesão durante o campeonato, foi importante em alguns jogos. Criou 6 grandes chances e tem uma média de 1.8 passes chave por jogo.

Wilson
Wilson #84

Média de 3.2 defesas importantes por jogo. Completará 234 partidas pelo Coxa no primeiro jogo do returno, tornando-se o terceiro goleiro que mais jogou na história do clube.

Minutos jogados

Wilson e William Matheus
1710 min – 19 jogos

Sabino
1620 min – 18 jogos

Sabino
Sabino #35Maior bloqueador de chutes do campeonato. Teve papel de destaque principalmente no início marcando gols.
Galdezani
Galdezani #20Se voltar a render como em 2017 pode ser peça chave no meio de campo

Cartões vermelhos

(5) Rene Junior, Yan Sasse, Rodolfo Filemon, Igor Jesus e Natanael

É o segundo time do campeonato com mais expulsões, perdendo apenas para o Grêmio.

Cartões amarelos

(5) Nathan Silva / (4) Rodolfo Filemon / (3) Robson, Hugo Moura / (2) Matheus Galdezani, William Matheus, Sassá, Wellisol, Yan Sasse / (1) Sabino, Jonathan, Matheus Salles, Matheus Bueno, Neilton, Sarrafiore, Ricardo Oliveira, Ramon Martinez, Ruy, Patrick Vieira

Transferências

Entradas

Mailton – Atlético-MG
Ricardo Oliveira – Atlético-MG
Neílton – Vitória
Jonathan – EC Água Santa
Rodrigo Muniz – Flamengo U20
Ezequiel Cerutti – San Lorenzo
Sarrafiore – Internacional
Ramón Martínez – Atlético-MG
Mattheus Oliveira – Sporting CP
Hugo Moura – Flamengo

Saídas

Igor Jesus – FC Shabab Al-Ahli
Giovanni – Cruzeiro
Wanderley – Ponte Preta
Iago Dias – CRB
Ruy – Náutico
Geovane – São Luiz-RS
Thiago Lopes – Vitória
Rafael Lima – Dispensado
Sassá – Cruzeiro

Ricardo Oliveira
Ricardo Oliveira #09

Atacante de 40 anos, ex-seleção, que pode ser a voz da experiência no vestiário para uma possível recuperação no 2º turno. Mas a torcida também espera que a bola chegue até ele, pois tem faro de gol.

Dança dos técnicos

Eduardo Barroca
Barroca4J/4D – 0%
Mozart
MozartInterino – 1J/1V – 100%
Jorginho
Jorginho13J/3V/6D/4E – 33%
Pachequinho
PachequinhoInterino – 1J/1V – 100%
Rodrigo Santana
Rodrigo Santana Estréia 08/11

O que esperar do 2º turno?

A equipe da Rede Coxa trouxe algumas reflexões sobre como poderemos virar o jogo neste segundo turno.

O elenco não é ruim, falta um padrão tático e um pouco de sorte. Se isso acontecer podemos muito bem brigar por sul-americana ao invés de temer o rebaixamento.

Luiz Neto – @luiznetando

Com a chegada do novo treinador Rodrigo Santana, o Coritiba aposta em um segundo turno de recuperação, adotando uma postura de contra-ataque e velocidade, em contraste com a criatividade de jogadores como Neilton e Giovanni Augusto.
Para se manter na série A, o Coxa terá de não apenas buscar bons resultados contra os concorrentes que também buscam se manter na primeira divisão, como também adversários com outra realidade na competição.

Vinicius Moro – @viniciusmoro05

Para ficar na primeira divisão, o Coritiba vai ter que ter uma postura completamente diferente no returno. O futebol do Jorginho tem que ser esquecido, porque por mais que tenhamos conquistado alguns pontos com ele, foi com outro tipo de jogo que conseguimos ganhar com tranquilidade e fizemos o nosso melhor jogo no ano, contra o Palmeiras.
A esperança é que Rodrigo Santana venha com repertório de esquemas táticos, porque a postura não poderá ser única, e sim adequada a cada adversário, campo e momento.
No campeonato, tem sim quatro (ou até mais!) elencos piores que o nosso, mas precisamos encontrar a nossa formação ideal para entrarmos no caminho certo.

Carol Souza – @carolszas

Fontes: Transfermarkt, SofaScore, Coritiba